Coluna Fio Direto: CPI dos Incentivos Fiscais mira em escritório de advocacia e indústrias sucroalcooleiras

Segundo a coluna Fio Direto, assinada pela jornalista Suely Arantes no Diário da Manhã, a CPI dos Incentivos Fiscais vai mirar em escritório de advocacia e indústrias sucroalcooleiras. A advogada Alessandra Virgínia, sócia do escritório Costa Pinto & Almeida, o advogado João Gabriel Andrade e o auditor fiscal aposentado Sandro Costa serão convocados de novo a comparecer à CPI dos Incentivos Fiscais.
O relator deputado Humberto Aidar, segundo a coluna, diz que o crédito outorgado que deve ser destinado às empresas que recolhem ICMS para o Estado, entretanto, não há obediência à regra.“Eu descobri que as indústrias sucroalcooleiras recebem créditos outorgados que correspondem a 60% do ICMS das suas vendas álcool. O problema é que as usinas de álcool não pagam por esse ICMS. Ele é totalmente arcado pelo distribuidor do combustível. Tá tudo errado”, alerta Aidar.