Base Integrada de Segurança Comunitária da Vila Galvão será inaugurada em Senador Canedo

Visando a segurança e a aproximação da Guarda Municipal e outros órgãos de segurança com a população, a Prefeitura de Senador Canedo, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Mobilidade Urbana, inaugura no próximo sábado, 24 de agosto, a nova Base Integrada Comunitária de Segurança na Vila Galvão.
Até o momento, foram criadas duas Bases Comunitárias de Segurança, na região do Jardim das Oliveiras, inaugurada no último sábado, 17 de agosto, e na Vila Galvão. Com suporte de 24 horas de atuação, atendimento à população e patrulhamento nas ruas, as instalações possibilitam a criação de outras iniciativas, como a Rede de Apoio a Segurança (RAS) e também a Rede de Apoio a Mulheres Vítimas de Violência. O principal foco é que a Guarda Municipal faça a ponte entre a população e o Poder Judiciário, auxiliando as vítimas, acolhendo e facilitando todos os processos necessários para a realização de uma ocorrência.
Futuramente, novas estruturas serão construídas em diversas regiões da cidade. O secretário municipal de Segurança Pública, Paranaguá, explica que outras regiões também serão beneficiadas. “Queremos essa estrutura também em outras regiões da cidade, como o Residencial Prado, São Francisco, entre outros, ampliando a segurança dos cidadãos e garantindo mais qualidade de vida”, afirma.Participação da população

Na solenidade de inauguração serão realizadas palestras com a participação do subcomandante da Guarda Municipal, João Carlos, do superintendente municipal de Trânsito, Clayton Silva e o secretário municipal de Segurança Pública e Mobilidade Urbana, Paranaguá.
As novas Bases trarão impacto direto na segurança dos moradores. Dados de 2018, do Fórum Brasileiro de Segurança mostram que a proximidade da população com os órgãos de combate a violência, traz maior garantia de preservação nos direitos do cidadão. Com a criação das redes de proteção, o secretário acredita que os cidadãos também terão mais união para evitar o crime. “É uma parceria, onde os próprios moradores se ajudam, dentro do princípio da Constituição, em que a Segurança é responsabilidade de todos. Quanto maior essa proximidade da comunidade, melhor”, afirma Paranaguá.