Fátima Gavioli é acusada de vazar comunicado distribuído aos secretários por Cristiane Schmidt

Aliados da secretária da Economia, Cristiane Schmidt, atribuíram à secretária da Educação, Fátima Gavioli, o vazamento de um comunicado reservado feito por ela aos colegas de governo.

No documento, Schmidt assinala que não há dinheiro no governo, sublinha que será necessário cortar gastos, se assume como “bruxa forasteira” e diz que não se importará se os demais secretários comprarem vassouras para ela.

As duas secretárias vivem climão depois Schmidt foi acusada por Gavioli de persegui-la com cortes de verbas na Educação.