TEMPO REAL: Paulo Trabalho xinga, bate na mesa e quase agride professores do Sintego

O deputado estadual Paulo Trabalho (PSL) por muito pouco não agrediu a presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintego), Bia de Lima, e outros professores que assistem à sessão da CCJ nesta quinta-feira, interessados na tramitação da PEC da Educação. Paulo Trabalho precisou ser contido pelo colega Wilde Cambão (PSD) para não avançar na sindicalista.