Glaustin vota contra brecha para aumentar o fundão eleitoral

Apesar da reação negativa nas redes sociais, a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base do Projeto de Lei 11021/18, que afrouxa regras eleitorais e abre uma brecha para aumentar o valor a ser repassado para o fundo eleitoral. Foram 263 votos a favor e 144 contra, no apagar das luzes da sessão de terça-feira (3), pouco antes da meia-noite.  O deputado federal Glaustin da Fokus (PSC-GO) foi na contramão da Casa e votou contra, se opondo à admissão da matéria.

O PL ganhou fôlego a partir de uma articulação suprapartidária, com objetivo de financiar as campanhas municipais de 2020. A medida teve o aval de siglas como DEM, PL, PP, PT e Republicanos. Na opinião de Glaustin, “o momento do Brasil não permite uma elevação de gastos públicos com campanhas políticas, mas sim da garantia de investimentos em educação, saúde e meio ambiente”.