URGENTE Ministério Público reage aos ataques de secretária de Caiado sobre outorgas no Meia Ponte

Mais um capítulo da crise do desabastecimento de água em Goiânia. O Ministério Público emitiu nota de reação aos ataques da secretária de Meio Ambiente de Caiado, Andrea Vulcanis, na polêmica sobre outorgas do rio Meia Ponte. Veja:

 
NOTA DE ESCLARECIMENTOSobre a Ação Civil Pública que pede a suspensão das outorgas de água do Rio Meia Ponte que não sejam para consumo humano e dessedentação de animais, o Ministério Público de Goiás informa que a demanda é embasada em lei, em documentos oficiais fornecidos ao MP por órgão oficial do governo e no decreto de emergência hídrica no Estado, editado em 30 de abril deste ano (Decreto nº 9.438/2019). Informa ainda que não procede qualquer desconfiança sobre a conduta da instituição nem a informação de que os dados utilizados na ação tenham sido manipulados. Reafirma ainda que as ações dos oito promotores que assinaram a ACP – assim como a ação de todos os procuradores e promotores do MP goiano – são pautadas pelo profissionalismo, honestidade, legalidade e respeito aos interesses da sociedade. No mais, em momento oportuno, todos os acionados na ACP terão oportunidade do contraditório.

Ministério Público de Goiás