Com jornalismo chapa branca, O Popular volta aos tempos do velho Jaime Câmara

O Popular voltou a ser o jornal chapa branca dos tempos do velho Jaime Câmara, quando era proibido criticar o governo e fazer jornalismo quente.

O jornal perdeu o perfil de veiculo independente e a qualidade do jornalismo caiu muito, a ponto de ganhar a fama de ser o ultimo a chegar aos fatos.

Profissionais que trabalham na Serrinha dizem que são obrigados a fazer cobertura laudatória do governo e que os editores censuram críticas ao governo Caiado.