URGENTE Na iminência do racionamento de água em Goiânia, Caiado joga responsabilidade nas costas da população, mas foi o governo dele que não agiu

Em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, 11, o governador Ronaldo Caiado (DEM) tentou culpar a população de Goiânia pela provável adoção do racionamento de água em Goiânia. Acompanhado da secretária de Meio Ambiente, Andréa Vulcanis e do presidente da Saneago, Ricardo Soaviski, o governo chamou atenção para o aumento de consumo na última semana, efeito direto do calor intenso.
Mas, na verdade, foi o governo que não adotou as medidas preventivas, segundo o G24H denunciou várias vezes desde maio.