Depoimento de Otavinho não convence na CPI dos Incentivos Fiscais: falou, falou e não disse nada

O depoimento do empresário Otavinho Arantes, presidente da Adial,  na CPI dos Incentivos Fiscais não convenceu os deputados, especialmente o relator Humberto Aidar (MDB).

Otavinho não respondeu os questionamentos com clareza e acabou desmentido diversas vezes por Aidar, que contestou com base em números obtidos na Secretaria da Economia os números apresentados pelo empresário.

O presidente da Adial deixou muitas perguntas em aberto e tentou com um discurso sinuoso justificar a mamata dos benefícios fiscais.

Falou, falou e não disse nada.