Com Caiado, Goiás cai de 1º para 11º no ranking nacional de empregos

O mercado de trabalho em Goiás criou 4.054 empregos com carteira assinada em agosto, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério da Economia.

Com o resultado, Goiás ficou em segundo lugar na Região Centro-Oeste, perdendo para Mato Grosso, que gerou 4.125 novos postos de trabalho. No País, o Estado ficou na 11ª posição.

Nos governos Marconi Perillo, ocupava as primeiras posições.