Com atos sob suspeita, presidente do Detran se agarra como pode no cargo

Com ações sob questionamento de deputados estaduais, denúncias de direcionamento de licitação  e mudanças suspeitas nas regras do uso de pátios de estacionamento, o presidente do Detran, Marcos Roberto Silva, se agarra como pode no cargo. Em entrevista ao Tarde CBN, ontem, ele descartou a possibilidade de deixar o cargo. Segundo Marcos, a decisão é do governador Ronaldo Caiado. Mas, segundo ele, não houve nenhuma conversa com o chefe do executivo neste sentido.