Henrique Arantes confirma ida ao MDB e diz que trabalhará para eleger Daniel Vilela governador

O deputado estadual Henrique Arantes ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para falar em público, pela primeira vez, da sua expulsão do PTB e iminente filiação ao MDB. Henrique afirmou que pretende levar consigo “tudo que se entendia de PTB” e que seu projeto é eleger o ex-deputado Daniel Vilela governador em 2022. Veja íntegra do discurso dele.

“Houve um almoço, aqui em Goiânia, do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, Ronaldo Caiado e Eduardo Macedo. No almoço, já estava marcado para entregar a comissão provisória de Goiás. Quando o partido tem dono e eles não querem a gente, temos que sair. O PTB era o único partido ao qual eu havia sido filiado. Fui o último vereador eleito pelo PTB de Goiânia. É o quarto partido em número de prefeitos, empatado com o PR. Mesmo Jovair tendo sido líder importante, Roberto Jefferson passou a escavadeira por cima para que o PTB fique com Caiado. Não ficarei ao lado do governador porque não concordo com a forma como ele faz política e governa. Agora estou sem partido. A partir do momento em que isso acontecer, eu me filiarei ao MDB. Porque é o partido que está abrindo as portas para a gente de forma democrática. Terei liberdade de ser oposição ao governo Caiado. O nosso presidente estadual, governador Daniel Vilela, está precisando de apoio para construir as fileiras do MDB. Temos a ideia de trazer tudo que se entendia de PTB para encorpar o MDB. Construir um projeto para eleger o governador daqui a três anos. São 14 anos de PTB”.