Caiado maltrata professores da rede estadual, mas Sintego alivia com o governo

Professores estão sem entender o comportamento do Sintego diante do governo Caiado. O governador faz gato e sapato da categoria, não paga o piso, corta verbas da Educação, derruba a indicação de Bia Lima para o Conselho Estadual de Educação, mas o Sintego alivia com  a administração atual e evita de todas as maneiras qualquer tentativa de reação mais forte contra o descaso e desrespeito com os professores. Hoje, mesmo, em assembleia, a direção do sindicato adiou para 18 de outubro a decisão sobre a greve dos docentes.