Homem-bomba: Eduardo Macedo estuda conceder entrevista ou fazer denúncia ao MP sobre possível caixa 2 da campanha de Caiado

Se continuar apanhando, abandonado e apresentado como “corrupto”, o ex-presidente da Goiás Parceiras, Eduardo Macedo,  conceder entrevista ou fazer denúncia ao MP sobre possível caixa 2 da campanha de Caiado. A informação é de interlocutores do auxiliar demitido pelo governador após prátia de irregularidades na estatal. Macedo foi o coordenador da frente de partidos nanicos que apoiou Caiado na última eleição e participou ativamente de todas as negociações, principalmente com Wilder Morais. Ele está chateado por ter sido execrado pelo caiadismo e tem dito que não vai deixar barato. No governo, ele tem sido tratado como homem-bomba.