Mabel desmoralizado: CPI dispensa depoimento do presidente da Fieg

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, foi desmoralizado ao ter o seu depoimento recusado pela maioria dos deputados da CPI dos Incentivos Fiscais.

Mabel plantou notas em jornais para ser convidado a ir à CPI, mas como não houve convite, ele pediu ao deputado Coronel Adailton que apresentasse na comissão requerimento de convocação.

Na reunião da CPI nesta segunda-feira (7), o requerimento do deputado Coronel Adailton foi rejeitado sob o argumento de que o presidente da Fieg não tem nada a acrescentar aos trabalhos da comissão.

Desmoralização total.