CPI dos Incentivos Fiscais pega fogo com ameaças e troca de acusações pesadas entre empresários e deputados

As primeiras chuvas não refrescaram o ambiente da CPI dos Incentivos Fiscais.

O tempo na comissão esquentou com a troca de ameaças e  acusações pesadas entre os empresário e deputados.

Empresários vinculados à Adial espalham que os deputados estão promovendo a desindustrialização de Goiás e prometem esparramar out doors pelo estado afora com a cara dos parlamentares que votarem a favor da redução dos incentivos fiscais.

O relator da CPI, Humberto Aidar, diz não temer cara feia e promete levar os trabalhos a bom termo. “Empresário não está acima da lei e vou fazer aqui na CPI o que deve ser feito”, reage.

A CPI dos Incentivos Fiscais é, e longe, a mais explosiva da história da Assembleia.