De olho na venda das ações da Saneago, Caiado pressiona prefeito de Anápolis para renovar contrato com Saneago

O governador Ronaldo Caiado pressiona o prefeito de Anápolis, Roberto Naves, para assinar o contrato renovação de concessão dos serviços e água e esgoto à Saneago.

A razão da pressa de Caiado é clara: com intenção de vender ações da empresa na bolsa de valores e com a situação precária de abastecimento em Goiânia, o valor da empresa cairia muito sem o contrato de Anápolis.

O problema é que o Ministério Público recomendou que a prefeitura de Anápolis realize licitação para conceder a exploração da água e esgoto na cidade.

Ou seja, se Naves assinar o contrato com a Saneago, estaria cometendo ato de improbidade e crime de fraude à licitação.