Assédio sexual a soldados e cabos no palácio: denúncias agora envolvem assessoria da primeira-dama

Mais denúncia de assédio sexual no governo Caiado.

Depois da ocorrência de abusos na Chefia de Gabinete do governador, um professor que trabalha no palácio com a primeira-dama Gracinha Caiado estaria importunando soldados e cabos lotados na Casa Militar.

O militares estão dispostos a não aceitar mais a humilhação e querem que o chefe da Casa Militar, coronel Alencar, abra sindicância e apure as denúncias que já chegaram a seu conhecimento.

Os atos de assédio teriam sido fartamente registrados pelas câmeras de segurança do Palácio Pedro Ludovico Teixeira.