EXCLUSIVO: Reforma da Previdência de Caiado vai manter privilégios e prejudicar os pequenos

Seguindo a lógica do governo federal  e das gestões de perfil ideológico de direita, a reforma da Previdência que Caiado vai mandar para a Assembleia não vai mexer com os privilégios das corporações nem dos servidores com altos salários, mas vai pesar a mão nos pequenos, em especial professores e policiais. É o que o G24H apurou com quem já teve acesso aos projetos elaborados pelo consultor Paulo Tafner. Mais uma vez a conta será paga pela maioria sacrificada do funcionalismo enquanto os marajás passaram imunes.