Vazamento de ‘nudes’ provoca saída do presidente da GCM de Goiânia

Após um escândalo de vazamento de ‘nudes’, que são fotos íntimas com teor explícito, o presidente (agora ex) da Agência da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia (GCM), José Eulálio Vieira, deixou o cargo na última segunda-feira (7/10). Ele se reuniu com o prefeito Iris Rezende (MDB) ontem mesmo e entregou uma carta informando sua saída. Eulálio chegou a acusar o presidente da Câmara de Goiânia, Romário Policarpo (Patriota), de divulgadas as imagens que o retratam em cenas íntimas.

Assume agora, inteirinamente, Gilásio Athaíde Cavalcante Filho, chefe de gabinete do órgão. A polêmica do vazamento das fotos íntimas de José Eulálio, que provocaram sua saída, já chegou até a polícia. José Eulálio acusa Policarpo de ter divulgado as imagens com o fim de prejudicá-lo, e já registrou uma ocorrência por difamação contra o presidente da Câmara.(Diaonline)