Em nota paga no Popular, acusam Humberto Aidar de”não ter dados concretos”. É mentira. É o que ele mais tem

Em mais uma tentativa desesperada de intimidar a Assembleia, entidades empresariais dizem em nota paga na capa do Popular que o relator da CPI dos Incentivos Fiscais, deputado Humberto Aidar, “não tem dados concretos” para justificar os questionamentos à farra das isenções de impostos. É mentira. É o que nais o parlamentar tem. Esses números estarrecedores, inclusive, já foram divulgados por ele e mostram que a CPI está certíssima.