Morte do soldado Walisson completa 1 mês: ninguém foi preso e o mistério continua

A morte misteriosa do soldado Walisson, de 28 anos, completa um mês. No dia 22 de setembro, o policial foi assassinado com um tiro na cabeça enquanto trabalhava em patrulhamento numa viatura descaracteriza da Polícia Militar, em Aparecida de Goiânia. Outros três policiais estavam juntos de Walisson na viatura. A informação até agora é que uma camioneta preta passou ao lado da viatura e os disparos aconteceram.

A investigação continua cercada de mistérios e ninguém foi preso até o momento. Desesperada, a família do militar assassinado criou por conta própria um disque-denúncia para tentar obter informações sobre o crime.