A polêmica continua: Deputado Amauri diz que foi xingado de “corrupto” e “ladrão” por “baderneiros disfarçados de professores”

Na semana passada, o deputado estadual Amauri Ribeiro se envolveu numa crise com professores estaduais que estavam nas galerias da Assembleia. Mandou os servidores “tomarem banho na soda” e “caçar um pau para subir”. Nesta terça-feira, Amauri diz que foi chamado de “corrupto e “ladrão” por meia dúzia de “baderneiros disfarçados de professores”.

O deputado ainda leu alguns comentários de professores contra ele e criticou a indicação da sindicalista Bia de Lima para o Conselho Estadual de Educação, o que é o motivo central da briga.