Marconi abre mão de seguranças bancados pelo Estado pelos próximos e anos e PSDB vai apresentar na Assembleia projeto para acabar com a medida em Goiás

O ex-governador Marconi Perillo renunciou ao direito de ter à sua disposição seguranças bancados pelo estado.

Ele só fez uso desse serviço garantido em lei durante nove meses do ano passado.

Marconi agora está abrindo mão de um direito que prevaleceria pelos próximos seis anos, a partir de janeiro de 2019.

O ex-governador pediu para o líder do PSDB na Assembleia Legislativa, Talles Barreto, apresente projeto nesta quarta-feira (4) para extinguir o benefício.