Para justificar adesismo, Thiago Albernaz invoca avô Nion, que deve ter dado sapituca no túmulo

O deputado estadual Thiago Albernaz (Solidariedade) aproveitou a assinatura da ordem de serviço para reforma do novo Hemocentro de Goiás, batizado como Hemocentro Coordenador Professor Nion Albernaz para lembrar do avô, que foi homenageado.

“Essa unidade traz a memória de um homem gigante, que foi um marco no nosso Estado. Governador Ronaldo Caiado, tenho a clareza que, se aqui estivesse, Nion Albernaz também estaria ao seu lado para que nosso Estado avançasse cada vez mais. Obrigado por essa homenagem a cada um de nossa família”, disse sem corar a face.

Nion Albernaz  foi prefeito de Goiânia por três vezes e morreu aos 87 anos, em 2017. Como gestor, ficou conhecido por fazer política com princípios, sem jamais se curvar ao fisiologismo.

Nion era coerente e não aceitava práticas como o adesismo do neto deputado, o parlamentar mais apagado da Assembleia.

Morreu fiel ao PSDB e ao ex-governador Marconi Perillo.