MP recomenda isolamento e monitoramento da milionária família Tomazini em Pires do Rio

O Ministério Público recomendou o isolamento da família Tomazini em Pires Rio depois que o patriarca do clã, empresário Armando Tomazini, morreu vítima de coronavírus.

Armando era pai do ex-deputado Chico Tomazini, dono da Friatlo, que fatura mais de 1 bilhão por ano com a venda de carne de aves, e sogro da ex-prefeita de Pires do Rio, Cida Tomazini.

O promotor de Justiça Fabrício Roriz Hipólito, da 2ª Promotoria de Justiça de Pires do Rio, recomendou que a prefeitura e a secretaria municipal de Saúde acionem a Vigilância Sanitária com o objetivo de notificar os familiares da vítima acerca da necessidade de realização de isolamento social. bem como proceder com busca ativa de todos aqueles que tiveram contato com o paciente para que cumpram a quarentena de 14 dias.

Recomendou, ainda, que monitorem, por meio das equipes de saúde nos locais de residência dos isolados, o quadro clínico das pessoas em isolamento e façam o encaminhamento para rede especializada, caso necessário.