AD

São Paulo: Bruno Covas disponibiliza cloroquina para tratamento de infectados do coronavírus

O prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (9) que a cidade de São Paulo adotou a cloroquina em seu protocolo de tratamento do coronavírus.

O medicamento está no centro de uma grande polêmica porque virou a principal bandeirado presidente Jair Bolsonaro.

“Nossos hospitais municipais vão passar a administrar também a cloroquina. “Temos hoje 6 mil cápsulas. como cada paciente toma seis, já temos medicamento para tratar mil pessoas”, disse Covas.

“A cloroquina é para o paciente dos hospitais municipais, não é medicamento para ser distribuído em rua“, ressaltou Covas.

O medicamento virou alvo de uma disputa com Bolsonaro, que vem questionando o infectologista David Uip sobre ele usou ou não a cloroquina no seu tratamento contra o coronavírus.

No pronunciamento que fez na noite de quarta-feira (8), o presidente citou o médico Roberto Kalil, que teria usado cloroquina para se curar da covid-19.