Bolsonaro presta solidariedade a Gusttavo Lima e diz que artsra foi covardemente atacado

O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais, nesta quinta-feira (16/4), para prestar solidariedade ao cantor Gusttavo Lima, que recebeu uma enxurrada de críticas pela bebedeira após a última live realizada neste período de quarentena. Segundo Bolsonaro, o cantor “vem sendo injusta e covardemente atacado”. “Ele e outros artistas sertanejos e de demais gêneros, têm sido grandes heróis nessa luta contra a COVID19 e merecem aplausos”, disse o presidente.

Na noite de quarta-feira (15), Gusttavo Lima, também pelas redes sociais, desabafou sobre críticas que recebeu por ter exposto bebida alcoólica durante a live do último sábado (11). “Acho que o grande segredo da live é tirar o lençol do fantasma. Acho que uma live engessada e politicamente correta não tem graça. O bom são as brincadeiras, a vontade de levar alegria, alto astral para as pessoas que estão agoniadas nesse momento. Não farei live para ser censurado”, afirmou.
Além do presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro também saiu em defesa do cantor. “Pense nas pessoas que tem ajudado, no seu público gigante e não se influencie por vagabundos, o Brasil está com você, esperamos mais lives com ansiedade”, disse o deputado.