Setor empresarial afirma que Caiado não tem visão gerencial e bate cabeça o tempo todo no governo

Cristalizou-se no setor empresarial a impressão que o governador Ronaldo Caiado (DEM), que já está há um ano e quatro meses batendo cabeça no governo, não tem visão gerencial e nem sequer um mínimo de noção administrativa.

“Caiado é vocacionado para a vida parlamentar e o figurino de executivo não lhe caiu bem”, avalia um líder empresarial que pediu para não ser identificado.

Segundo ele, o governador é da turma do discurso e não da ação. “Ele não tem agilidade nem dinâmica gerencial, como o João Doria, por exemplo”, observa.

“Às vezes parece que ele governa como se estivesse na sua fazenda: não escuta ninguém e age como um senhor de engenho”, analisa outra liderança.

Ele acrescenta que Caiado se assemelha muito a Bolsonaro: “Ambos não têm projetos, são belicosos e brigam o tempo todo com inimigos imaginários”.

Os líderes empresariais não vêem futuro para Caiado no governo de Goiás. “Não vai a lugar algum, ainda mais com a crise e as terríveis consequências econômicas do coronavírus.”

Um deles arremata: “Enxergo uma grande semelhança dele com o ex-governador Henrique Santillo, que teve o problema do césio-137 no segundo ano de governo e fez uma gestão pífia. A exemplo de Caiado, Santillo era muito bom de tribuna, mas um desastre como gestor.”