Marcelo Baiocchi: “Decreto do governo Caiado é conservador e frustra Fórum Empresarial”

O presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), Marcelo Baiocchi disse à rádio Sagres 730 nesta segunda-feira (20) que o decreto baixado pelo governador Ronaldo Caiado frustrou a expectativa do Fórum Empresarial. “A nossa expectativa era que o comércio varejista pudesse voltar a funcionar, até porque ele tem muito mais condições de funcionar com segurança do que um supermercado”, disse.

Para o presidente da Fecomércio, com o protagonismo dos municípios na decisão da abertura do comércio, prefeitos e lideranças devem dialogar. “Nós continuamos a defender o funcionamento com regras rígidas. Antes regras e aberto, porque fechado o prejuízo é muito maior”.

Baiocchi disse que o governador Ronaldo Caiado (DEM) está sendo “muito conservador” em manter grande parte do comércio com suas atividades paralisadas. “O governador trouxe a responsabilidade para dividir com os prefeitos, e manteve, genericamente, tudo fechado com exceção de algumas atividades, ele ainda está muito conservador, está mantendo a grande maioria do comércio sem possibilidade de voltar a funcionar”, ressaltou.

O presidente da Fecomércio orientou a empresários das atividades comerciais façam negociação com os municípios. “Nossa orientação é que busquem o chefe executivo da cidade para debater a respeito desse assunto, porque defendemos a tese de: medidas desiguais para os desiguais”, completou.