Codego compra caminhonete de R$ 200 mil quando governo corta despesas e até cogita reduzir salários

Em meio à crise do cornavírus, a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) publicou na edição desta quarta-feira (22) contrato de aquisição uma caminhonete por R$ 200 mil.

Será que é hora de uma despesa neste montante quando o estado corta despesas de custeio inclusive de outros poderes e cogita até reduzir os salários dos servidores públicos?

A denúncia foi feita na sessão remota da Assembleia Legislativa pelo deputado Humberto Teófilo (PSL).

Confira: