Delegado Eduardo Prado votou contra gastos de R$ 5 milhões do projeto de Caiado pelo fundo rotativo

O governo encaminhou um Projeto de Lei para criação de Fundo Rotativo da SEDI no valor de R$ 50 MIL por mês, podendo gastar com festividades, festas, passagens, diárias, homenagens. Em 37 órgãos e Secretarias são gastos R$ 5 MILHÕES pelo Fundo Rotativo.
A CGE não tem uma fiscalização rígida dos gastos segundo informações que Eduardo levantou e agora Caiado quer criar o cartão corporativo para esses gastos. O deputado votou contra esse projeto. Veja o vídeo
https://www.facebook.com/406337232793815/posts/2938063802954466/