Depois de Falabella, Globo demite a diva Vera Fisher

Paa enxugar despesas, a Rede Globo segue demitindo pessoal: depois de Zeca Camargo e Miguel Falabella, a atriz Vea Fisher teve seu contrato escindido após 43 anos de vínculo con a emissora. O motivo alegado foi a  crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus.

É possível que a atriz negocie seus próximos trabalhos para o canal por meio de um contrato específico por obras. Sendo assim, Vera será contratada apenas para os possíveis novos projetos que surgirem, um de cada vez, ao invés de ser uma funcionária fixa.

“Nos últimos anos, temos tomado uma série de iniciativas para preparar a empresa para os desafios do futuro. Com isso, temos evoluído nos nossos modelos de gestão, de criação, de produção, de desenvolvimento de negócios e também de gestão de talentos. Assim, em sintonia com as transformações pelas quais passa nosso mercado, a Globo vem adotando novas dinâmicas de parceria com seus talentos. Vera Fischer, assim como outros talentos, tem abertas as portas da empresa para atuar em futuros projetos”, disse a nota emitida pela empresa.

A veterana atriz já participou de grandes sucessos da emissora, como as novelas Mandala, Laços de Família, O Clone e Salve Jorge.

Vera também não fez qualquer pronunciamento oficial sobre a demissão.