No Twitter, Jair Bolsonaro condena violência contra jornalistas

O presidente Jair Bolsonaro divulgou, nesta quarta-feira, 10, uma nota de repúdio contra atos de violência direcionados a profissionais da imprensa.

Em março deste ano, o editor do Goiás24Horas, Cristiano Silva, foi covardemente espancado por seguranças do governador Caiado quando vazia cobertura jornalística na Praça Cívica, em Goiânia.

“Repudio completamente qualquer ato de violência contra profissionais da imprensa, o que vai na contramão de nossa defesa histórica e irrestrita da liberdade de expressão e de informação, seja a favor ou contra qualquer governo” escreveu Bolsonaro em trecho da sua publicação no Twitter.

“Presto solidariedade às jornalistas Marina Araújo e Renata Vasconcellos, que foram alvos desse atentado covarde e inaceitável. Que o caso seja apurado brevemente e o autor punido com o rigor da lei!” completou presidente, que frequentemente incita ódio a imprensa, já mandou jornalista calar a boca e já se referiu à Globo como “lixo”.