Stiueg denuncia: Enel Goiás faz demissão coletiva em plena pandemia

A italiana Enel está promovendo demissão coletiva na empresa em Goiás. A denúncia é do Stiueg, que repudiou a ação da multinacional que comprou a Celg.
O Stiueg relata que foi surpreendido na última quinta-feira (2) com  demissão de três funcionários sob a alegação de não cumprimento de metas.
Na sexta-feira (3), trabalhadores procuraram a entidade com denúncias de mais 9 demissões.
“A Enel, conforme noticiado na mídia, está aumentando o lucro e não teve que paralisar as atividades em nenhum decreto. A folha salarial dos funcionários representa apenas 1% do faturamento. Por isso, não tem motivos para demitir sem justa causa. Agindo dessa forma, a empresa coloca os lucros acima da vida”, registrou nota divulgada pelo Stiueg.
O sindicato condenou as demissões e anunciou que tomará todas as medidas cabíveis para revertê-las.