AD

Bolsonaro faz Vanderlan de bobo e veta prorrogação da desoneração da folha de empresas até 2021

Depois de anunciar a sanção da MP-936/2020, que cria o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e permite redução de salário e jornada de trabalho durante pandemia, o presidente Jair Bolsonaro não deu moral para o relator da matéria no Senado, senador Vanderlan Cardoso (PSD).

Bolsonaro vetou a prorrogação da desoneração da folha de pagamento de empresas até dezembro 2021, que atualmente beneficia 17 setores da economia. Como veto que coloca fim à desoneração, o Brasil pode perder 6 milhões de empregos. Vanderlan é empresário defende ardorosamente a medida.

O senador por Goiás, antes bolsonarista empedernido, chegou a comemorar nas redes sociais a sanção da desoneração. Agora, revê sua posição de cordeiro do governo e já fala em derrubada do veto do presidente.

“O governo rompeu o acordo que fez comigo no Senado e com o relator da matéria na Câmara,o deputado Orlando Silva”, disse Vanderlan, que avalia que as chances de derrubar o veto são grandes.