Com ventos a favor, Iris dá indícios de que vai disputar a reeleição, diz jornalista 

O prefeito Iris Rezende (MDB) caminha para disputar mais uma eleição em sua longa carreira política.
O jornalista Divino Olávio, em sua coluna Notícia Pura, no Diário Central., afirma que Iris está dando indícios de que vai, sim, enfrentar a corrida da reeleição neste ano. O principal sinal é a proposta de flexibilizar as medidas restritivas ao comércio em Goiânia. Iris já tem uma proposta pronta e vai apresentá-la ao governador Ronaldo Caiado (DEM) ainda esta semana.
O jornalista diz que outros sinais de que Iris voltou a se interessar pela candidatura à reeleição foram a recontratação dos chamados funcionários temporários, que haviam sido dispensados bem como ter desaconselhado os secretários Paulo Ortegal (Governo) e Agenor Rezende (Administração) a se desincompatibilizar no início de junho. Ambos eram cotados para disputar cargos nas eleições deste ano.
“Mas um fator que pode ter peso significativo na possível decisão de Iris em concorrer é a impossibilidade de conclusão nesse mandato, das principais obras da sua administração, como  o BRT, a pavimentação de 600 quilômetros de ruas e a Avenida Leste-Oeste. Com o dinheiro em caixa para financiá-las, deixar de concorrer quando todas as pesquisas o apontam em 1º lugar, com mais do dobra da soma dos demais possíveis candidatos, e ele inaugurar essas grandes obras, não combina com o seu estilo”, escreve Divino.
Há alguns meses, Iris andou pensando seriamente em não disputar a reeleição e chegou a falar com um velho amigo e correligionário, que não disputaria. Problemas de saúde na família e as incertezas da pandemia do novo coronavírus seriam alguns dos motivos para a decisão de não concorrer. Mas de lá para cá houve alterações nesses fatores. A pandemia não vai passar rapidamente, mas segundo previsões de especialistas no assunto, deve começar a perder força a partir de setembro.