José Nelto:  Banco do Brasil e Caixa Econômica criam entraves burocráticos ao cidadão e atrapalham o país

Para o deputado federal José Nelto (Podemos), as dificuldades impostas pelas instituições bancárias públicas no que se refere à concessão de crédito para o cidadão são um dos principais fatores de falência e desemprego no País.

De acordo com o parlamentar, há ainda certa leniência do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e do ministro da Economia, Paulo Guedes, em relação à questão.

Para Nelto,o  Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal têm atrapalhado o Brasil. Não liberam dinheiro para a casa própria, não liberam dinheiro para o agronegócio, o pequeno e o médio agricultor.

“A burocracia dessas duas instituições dificulta o crédito e aumenta a quebradeira das empresas, aumenta o desemprego e o presidente da República não toma ação alguma, juntamente com o ministro Paulo Guedes, para pôr fim a essa burocracia”, reclama.

Nelto parte do princípio de que existe um oligopólio bancário no Brasil e que é preciso estabelecer concorrência para que isso deixe de ocorrer. Para o deputado, “enquanto o Brasil não quebrar o oligopólio, o sistema financeiro vai continuar a dificultar a vida do povo brasileiro”. “A curto prazo, a melhor solução seria a união dos governadores para uma reunião com o ministro Paulo Guedes para exigir que titular da Economia faça com que os bancos passem a empresar dinheiro ao povo.”

“O cidadão, para pegar dinheiro emprestado em qualquer instituição, leva um a dois anos. Nós temos de gerar emprego, injetar dinheiro na economia. Mas temos uma burocracia do tamanho do Brasil na nossa frente”, lamenta.