Muitos bares de Goiânia anunciam que não irão reabrir, mesmo com fim da quarentena

Apesar do decreto assinado pelo prefeito Iris Rezende (MDB) que libera as atividades comerciais, alguns bares tradicionais de Goiânia preferem a cautela. Alguns estabelecimentos, tão logo houve a liberação, não demoraram em publicar nas redes sociais que não irão abrir de imediato.

Foi ocaso, por exemplo, da Cervejaria Mangueiras, localizado no Setor Oeste, que anunciou que não irá abrir a partir desta terça-feira, 14. Na publicação, o estabelecimento informa que aguarda protocolos oficias da prefeitura. “Reforçamos que a nossa maior preocupação, no atual cenário, é com a saúde e bem estar de todos”.

O Bar Matuto, localizado no Setor Universitário, é outro que não irá abrir de imediato. O bar informou que passa por “um momento terrível”, mas que não quer colocar “ninguém em risco”. “Até porque mesmo abrindo sabemos que não temos nenhuma garantia e apoio do governo. (…) Temos um respeito muito grande com nossa equipe e clientes”, publicou.

Mandala Cervejaria, no Conjunto Itatiaia, também anunciou que não irá abrir por enquanto. Os donos do estabelecimento justificam que não conseguem admitir que “nada seja mais valoroso que a vida”. A postagem ainda diz que a abertura significa expor a equipe e clientes a um risco de doenças altamente contagiosa.