Cantor sertanejo Eduardo Costa diz que se arrependeu da adesão a Bolsonaro: “Fui um desequilibrado”

Brasil247 –O sertanejo Eduardo Costa afirmou, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, que reviu seus pensamentos políticos e não segue mais quaisquer ideologias. Ele, que havia declarado apoio a Jair Bolsonaro, diz que se arrepende de algumas polêmicas nas quais se envolveu.

“Fui um desequilibrado naquele momento”, afirmou o sertanejo. “Tem muita coisa que a política da esquerda faz que é maravilhosa para o desenvolvimento do país, e tem muita coisa que a direita faz que também é maravilhosa para o desenvolvimento do país.”

A reportagem relembra que Costa já foi alvo de polêmicas por defender o porte de armas pelo “cidadão do bem”, proferir falas que foram consideradas racistas, machistas e homofóbicas, e chegou a ser acusado por algumas ex-namoradas por diversas atitudes, desde o vazamento de fotos íntimas até o pagamento de pensão à filha de seu relacionamento com Lília Araújo.