Grande feito do mandato de Carlos Soares foi transformar Câmara na filial do Oliveira’s Place

A exemplo do seu colega de partido, Tayrone di Martino, o vereador Carlos Soares (PT) faz uma estreia muito abaixo da crítica na Câmara Municipal de Goiânia. Basicamente, Carlos alcançou dois feitos: o primeiro foi aprovar todos os projetos enfiados goela abaixo pelo prefeito Paulo Garcia, mesmo sendo nocivos a Goiânia. O segundo foi transformar a Câmara em uma filial do Oliveira’s Place, tradicional casa de festas da Capital.

A exemplo do irmão Delúbio, Carlos sente nos ombros o peso da cruz que carrega por ser petista e amigo de mensaleiros. A diferença é que Delúbio tem menos vergonha na cara e debate até o fim mesmo quando já afundou na lama. Carlos é tímido, e não dá conta de defender o amigo Paulo Garcia em momentos delicados na Câmara, como na aprovação de mudanças nos salários dos servidores da Saúde, de alterações no Plano Diretor e da proposta de se criar a CEI dos Supersalários da Comurg.

Carlos, irmão de Delúbio, tem um longo mandato pelo sempre. Para salvá-lo, vereador terá que assumir que a baboseira das homenagens não vai levá-lo a lugar nenhum e que ele precisa trabalhar com seriedade, apresentando projetos para Goiânia.