Mauro Rubem já é chamado de “traidor” e agora toda greve que ele participar será por interesse próprio

Mauro Rubem está com a reputação manchada entre os professores da rede municipal e demais servidores do Estado.

É que ninguém entende o porquê de o deputado mais “papa-protesto” do Estado não apoiar a greve da educação municipal.

Rubem não foi em nenhuma manifestação, não deu declaração e nem sequer declarou apoio.

Ele é aliado do Sintego, o sindicato pelego que é subalterno ao PT e que também ignora a greve.

Na assembleia desta sexta-feira, alguns professores chamavam Mauro Rubem de traidor.

E um deles disse: “Ele está com a credibilidade comprometida. Toda greve que ele entrar agora é por interesse próprio”.