Só sete vereadores votaram contra afrouxamento do Plano Diretor. Nenhum do PMDB

A votação do projeto que afrouxou o Plano Diretor, na Câmara, terminou com o placar de 24 a sete a favor da proposta. Entre os vereadores que votaram contra, nenhum deles e do PMDB. Todos os peemedebistas contribuíram com o golpe contra sustentabilidade em Goiânia.

O PT também passaria em branco se não fosse Djalma Araújo, que ousou peitar o prefeito Paulo Garcia (PT) porque decidiu ser coerente com os princípios que ele defende ao longo da sua trajetória.

Vale a pena lembrar quem foram os sete que se levantaram contra o autoritarismo, a arrogância e o desgoverno de Paulo Garcia:

Elias Vaz (PSol)
Dra. Cristina (PSDB)
Djalma Araújo (PT)
Virmondes Cruvinel (PSD)
Thiago Albernaz (PSDB)
Pedro Azulão Jr (PSB)
Geovani Antônio (PSDB)

 

LEIA MAIS:

Carlos Soares ignora danos ao meio ambiente e diz que Hypermarcas gerará emprego

Lição de Rachel Azeredo para Tayrone: dobre os joelhos para Deus, não para políticos

Em saia justa, Tayrone diz que votou contra Plano Diretor porque é homem de partido

Até a combativa Rachel Azeredo, do PMDB, ataca Plano Diretor: sinto-me lesada

Tayrone é atacado no Twitter por votar a favor do afrouxamento do Plano Diretor

Tayrone admite que é fraco ao abrir mão de sua posição para obedecer vontade do prefeito

Plano Diretor: Paço ameaçou vereadores que haveria punição para os rebeldes