Gustavo Mendanha grava vídeo comemorando manutenção da tarifa, mas não cita que foi acordo costurado por Marconi que impediu aumento no preço da passagem de ônibus

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (PMDB), postou vídeo em seu Facebook onde comenta o congelamento da tarifa de ônibus na Região Metropolitana da Capital. Gustavo é presidente da Câmara Deliberativa de Transporte Coletivo e, assim como Iris Rezende (PMDB), vinha patinando na negociação com as empresas que operam o serviço.

No vídeo, ele diz que ficou satisfeito com as discussões que culminaram num resultado que não pune o trabalhador, pois a passagem fica valendo R$ 3,70 e não sobe para R$ 4,00. O que Mendanha não disse no vídeo é que o não reajuste só aconteceu porque o governador Marconi Perillo entrou na parada e firmou acordo histórico com as empresas do transporte coletivo.

Do jeito que estava indo, com Iris e Mendanha omissos, o reajuste seria aprovado porque os trabalhadores (motoristas) ameaçavam greve e cobravam aumento salarial, que as empresas se negavam a pagar sem que houvesse reajuste no preço da passagem.

Como o governo estadual vai bancar 100% do Passe Livre, assumindo a parte das prefeituras, o caixa das empresas aliviou e agora elas podem autorizar aumento aos funcionários sem reajustar a passagem para R$ 4,00.