Inquérito do MPF investiga 10 obras de CMEIs paradas da gestão Iris

O Ministério Público Federal (MPF) quer saber por que as obras de 10 CMEIs em Goiânia estão paralisadas. O procurador da República Marcelo Wolff abriu inquérito para apurar possíveis irregularidades. Mas ele já entregou ao prefeito Iris Rezende (MDB) um documento com recomendações para amenizar o problema da falta de vagas na rede pública de ensino infantil (para crianças de até 6 anos).

De acordo com levantamento feito pela Controladoria Geral da União (CGU), das 10 obras de CMEIs abandonadas em Goiânia, algumas estavam em fase avançada, mas outras nem saíram do papel. O MPF quer que a prefeitura defina datas para conclusão das obras e proteja os prédios da ação dos vândalos.

Há também um prazo de 10 dias para que Iris informe sobre o atendimento das recomendações, com a indicação das medidas adotadas.