“Viadutos dão ideia de que Goiânia parou no tempo”, diz arquiteta

Maria Ester de Souza, integrante do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU-GO), afirma que o avançado estado de deterioração dos 2 viadutos da avenida 85 transmitem a ideia de que Goiânia é uma cidade “pobre de gestão e parada no tempo”. 

“Aquilo não tem nada de moderno. Até mesmo a ideia de viadutos e trincheira não estão modernas dentro do conceito de cidade que é o mais aceito”, afirma Ester. “Poderia até dar uma ideia de algo modernoso se tivesse arrumado, com as placas no lugar, mas o que se vê é deterioração e falta de manutenção. isso não tem relação com modernidade”.