TV Anhanguera deveria repensar interrupções de Lynch em links ao vivo 

Sugestão que o Goiás 24 Horas dá de graça para a equipe do Jornal Anhanguera 1ª Edição: talvez seja hora de repensar as interrupções que a apresentadora Lilian Lynch faz nas transmissões ao vivo dos repórteres que seguram links na rua. 

As intervenções dela são inúteis e quebram o raciocínio dos jornalistas que estão cima do fato. Melhor que ela fique calada e espere o fim das intervenções dos colegas. Foram muitos os casos em que a Lilian interrompeu e o repórter perdeu o fio da meada.

Nesta quarta-feira, por exemplo, ela atravessou Rosane Mendes (que cobria o assalto a uma joalheira do Goiânia Shopping) e Thaís Luquesi (que acompanhou o caso de um roubo de celular que terminou com a vítima baleada na Vila União). 

Estas interrupções começaram de uma hora para outra e certamente foram impostas pela direção do jornal. Perguntem aos seus telespectadores o que eles pensam sobre este assunto.