Sintego convoca servidores para novo protesto contra Previdência na Câmara, na terça

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) convoca trabalhadores para acompanhar na Câmara Municipal de Goiânia o andamento do Projeto da Reforma da Previdência do Servidor Municipal. O projeto foi aprovado na semana passada na Comissão de Trabalho e Servidores Públicos e está apto para segunda votação.

Basta que o presidente da Câmara, Andrey Azeredo (MDB), queira colocar a matéria em pauta. A mobilização começa às 8 horas.

O projeto – que alguns chamam de pacote de maldades – foi concebido pelo prefeito Iris Rezende (MDB) e obriga os servidores a deixar 14% dos seus salários no fundo de previdência, em vez dos atuais 11%.