Em áudio, Tejotinha diz que trabalhou contra eleição de Romário, filiado ao PROS

Em mensagem de voz que circula nas redes sociais, deputado estadual e vice-governador eleito Lincoln Tejota, presidente estadual do PROS, afirma não reconhecer a eleição do correligionário Romário Policarpo para a presidência da Câmara de Goiânia. Mais: Tejotinha admite no áudio, gravado via WhatsApp, ter trabalhado contra a escolha do vereador para a mesa diretora.

“Esse vereador veio partido através de mim, não me procurou para pedir o meu apoio, não conversou com o (vereador) Tiãozinho (Porto), eu não tenho compromisso com quem não conversou comigo, o vereador Tiãozinho fez da mesma forma e a minha esposa (a vereadora Priscilla Tejota) da mesma forma”, afirma Lincoln.

Uma clara manifestação da visão autoritária do vice-governador eleito sobre as relações partidárias. Tejotinha entende que Policarpo e os vereadores tinham de pedir a bênção dele para apresentar a candidatura para a presidência da Câmara.

É a velha política da família Tejota que o senador e governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) terá de enfrentar na própria administração.

Ouça: