Obrigado, Lula, pelo mensalão. É isso que todo brasileiro deve dizer, prefeito Paulo Garcia?

No jornal O Popular, o prefeito Paulo Garcia (PT) tem reproduzidos alguns posts do Twitter, onde diz que “não reconhecer que Lula foi um grande presidente é não querer ver o óbvio” e que “precisamos agradecer ao presidente Lula por transformar o Brasil. Nação soberana e respeitada. Homem do povo e verdadeiro estadista”.

O ponto de vista do prefeito poderia até ser verdade, não fosse Lula um político sem limites, que permitiu que nas ante-salas do seu gabinete presidencial se gestasse o maior escândalo de corrupção da história do Brasil – o mensalão. Um político que não se preocupou em deixar um legado ético e moral para a nação, como, por exemplo, Fernando Henrique Cardoso.

Para usar uma expressão do prefeito nesses posts, não admitir o mensalão é “não querer ver o óbvio”.

A se levar ao pé da letra as declarações de Paulo Garcia, todo brasileiro deveria dizer: “Obrigado, Lula, pelo mensalão”.